Cientistas falam em quarta guerra mundial…

Print Friendly, PDF & Email

4GM

Nikita Sorokin

O intervalo de tempo que foi concedido à humanidade entre a terceira e a quarta guerra mundial está perto do fim, foi a conclusão a que chegaram os cientistas da Academia das Ciências Militares russa com base na teoria dos ciclos de Kondratiev.

De acordo com essa teoria (também chamada de teoria das “ondas longas”), desenvolvida pelo economista soviético Nikolai Kondratiev, a próxima guerra mundial poderá ter início na próxima década, na opinião de Serguei Malkov, membro da Academia das Ciências Militares e Professor da Universidade de Moscou. A pedido da nossa estação de rádio, o professor expôs a sua visão das perspetivas previsíveis que a humanidade irá enfrentar.

De forma extremamente resumida, os ciclos de Kondratiev são períodos de desenvolvimento econômico da civilização moderna com uma duração de quarenta a sessenta anos.

Nikolai Kondratiev delineou um total de seis ciclos que abarcam um período histórico entre os anos de 1803 e 2060. O quarto ciclo decorreu aproximadamente entre o fim da Segunda Guerra Mundial e a primeira metade dos anos oitenta. Neste momento nós estamos a viver o quinto ciclo que, segundo as previsões de Kondratiev, deverá terminar em 2018. Os adeptos dessa teoria ligam cada ciclo econômico diretamente ao seu nível ou padrão tecnológico. O período atual é caracterizado pelo desenvolvimento das IT, das telecomunicações e da robótica. O ciclo seguinte, o sexto, deverá ficar assinalado por um grande avanço das nano e biotecnologias e das tecnologias da informação e do conhecimento.

Cada ciclo, no entanto, além dos avanços tecnológicos, é acompanhado por crises e guerras. O fim do ciclo atual e a transição para o padrão tecnológico seguinte será acompanhado pelo menos por uma fortíssima instabilidade política, ou mesmo por uma guerra mundial, na opinião do Professor da Universidade de Moscou Serguei Malkov:

“Nós encontramo-nos agora na fase de crise, esta evoluiu para uma depressão e estamos à procura de possíveis saídas desse estado de depressão. Nomeadamente graças às novas tecnologias de ponta que serão os controladores do crescimento. São as chamadas tecnologias NBIC: nano e biotecnologias, tecnologias da informação e ciências cognitivas. Mas este período é muito perigoso porque ainda não se vislumbra uma saída, enquanto já se acumularam as contradições. Nessa altura, normalmente, acontecem as guerras mundiais. Tanto as comerciais, financeiras, econômicas e políticas, como as guerras propriamente ditas. Acontece uma espécie de reordenamento do mundo”.

Realmente, se considerarmos a teoria dos ciclos como um modelo a seguir, podemos verificar que, durante os dois últimos séculos, os acontecimentos mais sangrentos da história mundial ocorreram no final de cada uma das chamadas ondas de Kondratiev. A crise já passou e agora estamos a aproximar-nos do ponto fatal. Segundo as previsões dos partidários da teoria de Kondratiev, o momento crítico irá ocorrer nos anos 2016-2017.

É obviamente difícil prever neste momento se irá rebentar uma guerra mundial em grande escala no sentido tradicional. Mas o professor Malkov não tem dúvidas que irão começar as guerras informativa, psicológica, econômica e comercial:

“A anterior, a Terceira Guerra Mundial ocorreu precisamente na fronteira entre o quarto e o quinto ciclos de Kondratiev. Ela teve lugar sem um uso generalizado das armas, mas os resultados estão à vista: o mapa geopolítico mundial foi redesenhado, a URSS, pretendente ao domínio mundial, e os seus aliados, sofreram uma derrota avassaladora e deixaram de existir na sua forma anterior. Na situação atual, o papel de União Soviética pertence ao novo candidato á supremacia mundial que é a China”.

No novo ciclo da espiral do desenvolvimento da humanidade, os acontecimentos principais irão se desenvolver à volta da interação entre a China e os EUA. De resto, o conflito em gestação na Península Coreana está perfeitamente de acordo com o modelo de reordenamento do mundo, é a opinião de Serguei Malkov. Neste caso, estas são consequências da política dos EUA que provocam o surgimento de zonas de conflito dentro das fronteiras das zonas dos interesses norte-americanos. Na Região da Ásia-Pacífico, estão presentes, lado a lado, todos os concorrentes “tecnológicos” dos EUA: a Rússia, a China, o Japão e até a Coreia do Sul.

Na opinião de Malkov, neste momento os EUA estão a perder as suas posições por todo o mundo. A instabilidade econômica mundial valoriza o dólar norte-americano e a instabilidade política aumenta a necessidade de os Estados Unidos atuarem como um árbitro internacional. Como os EUA já não conseguem sustentar as suas pretensões à liderança mundial com base no seu poderio econômico, eles irão começar a usar para isso as suas ferramentas políticas, financeiras e mesmo tecnológicas. Os norte-americanos estão simplesmente obrigados a provocar a instabilidade no mundo.

É completamente evidente que, no contexto atual, se trata realmente de uma utopia. Já a realidade é tal que, independentemente da teoria dos ciclos, o reordenamento mundial não é um cenário irrealista.

Fonte: http://portuguese.ruvr.ru/2013_04_12/Cientistas-calculam-probabilidade-de-uma-quarta-guerra-mundial/

Comentário: isso faz algum sentido. Ou seja, é a força das tendências e da história do passado, que de alguma forma influi o futuro. Porém, o que os estudiosos da Bíblia sabem, e que muitos cientistas não aceitam, é que o próximo evento mais certo a ocorrer é a segunda vinda de CRISTO, e não outra guerra mundial, seja a terceira, seja a quarta. No entanto, essa notícia tem algo de interessante para os estudiosos da Bíblia: o mundo está à beira de um colapso.

2 comments for “Cientistas falam em quarta guerra mundial…

  1. zé roberto
    Abril 15, 2013 at 9:44 pm

    esta no meu livro que eu escrevi O NOVO IMPÉRIO ROMANO escrito que faltam apenas dois paises do oriente médio que faltam pros EUA conseguirem sub sua influencia A SIRIA E O IRÃ pra facilitar a expanção do decreto dominical quando ele vier JÁ QUE CRITÃOS E MUÇULMANOS ESTÃO COMEÇANDO A SI UNIR. então todo o oriente médio estará sub dominio dos EUA.então tanto uma guerra entre EUA E IRÃ ou entre EUA E A CORÉIA DO NORTE podem ser a ULTIMA guerra da história da humanidade.

  2. Paulo
    Abril 15, 2013 at 11:07 pm

    Desculpe fugir do tema,mas com relação as explosões em Boston:
    Creio que agora os EUA irão responsabilizar grupos internos(americanos mesmo,antiobama,teóricos da conspiração),com o fim de por em prática a lei marcial decretada 31//12/2011,estado de sítio e assim começar a ditadura que precede a lei dominical.Eles não precisam de inimigos externos mais, sim internos chegando cada vez mais perto do último, Os Sabatistas, que por crermos que os EUA são a 2º besta seriam um grupo antiamericano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *