Lição 13 – As mulheres e o vinho

Print Friendly, PDF & Email

Lições da Escola Sabatina Mundial – Estudos do Primeiro Trimestre de 2015

Tema geral do trimestre: Provérbios

Lição 13 –  As mulheres e o vinho

Semana de  21 a 28 de março

Comentário auxiliar elaborado por Sikberto Renaldo Marks, professor titular no curso de Administração de Empresas da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ (Ijuí – RS)

Este comentário é meramente complementar ao estudo da lição original

www.cristoembrevevira.com marks@unijui.edu.br – Fone/fax: (55) 3332.4868

Ijuí – Rio Grande do Sul, Brasil

 

Verso para memorizar: “Não dês às mulheres a tua força, nem os teus caminhos, às que destroem os reis. Não é próprio dos reis, Ó Lemuel, não é próprio dos reis beber vinho, nem dos príncipes desejar bebida forte” (Prov. 31:3, 4).

 

Introdução de sábado à tarde

Uma das associações fatais é bebida alcoólica e mulheres levianas. E outra associação, excelente e propensa de favorecer a vida e a felicidade, é o alimento e a bebida saudáveis e ter uma mulher virtuosa. Sei do que estou escrevendo, pois tenho uma mulher virtuosa, e usamos somente a bebida sem álcool, e na hora correta. Ontem mesmo estava com vontade de fazer um pão na panificadora, e sabia que não havia farinha. Telefonei para minha esposa para que lembrasse de trazer farinha. Ela respondeu: “já comprei a farinha, já está em casa.” Daí me lembrei da mulher virtuosa, que traz para dentro de casa as coisas que faltam. Essa é a associação que DEUS providenciou, e não devemos destruí-la.

Porém o assunto hoje é a associação fatal. DEUS colocou nas mulheres o poder de atração dos homens. Cada mulher deve utilizar esse poder para atrair seu marido, nunca outros homens. Essa atração o demônio vem forçando o desvirtuamento. Ele já conseguiu transformar as mulheres em objetos de desejo, de exploração, de sedução social. Inclusive na igreja, e com mulheres que deveriam ser exemplos, no caso, me refiro, a muitas esposas de pastores e de outros obreiros. O modo como se vestem é para “chamar atenção”. Mostram as formas em detalhes. Não pensem tais mulheres e seus maridos que se salvarão, se não mudarem de atitude. E eles que não pensem que DEUS derramará seu ESPÍRITO enquanto tais pessoas estiverem em evidência. São necessárias mudanças.

Sei que muitos, ao ler isso, dirão: “pois não olhe.” Mas não é essa a questão, e sim, que testemunho se está dando diante de DEUS, seja em Sua casa, seja onde for, e se por meio de um testemunho assim DEUS iria derramar poder do alto, isto é, a Chuva Serôdia.

A situação piora muito se, uma mulher cujo corpo DEUS formou para ser bonita e atraente, cativar todos os dias seu marido, for associada com bebida que embriaga, ou seja, que tira a capacidade racional de pensar com retidão. O álcool tem a função de tornar as pessoas não racionais, isto é, incapazes de discernir entre opções qual seja a melhor. Essa é a grande questão de estudo do dia de hoje.

Nós, do povo de DEUS, devemos ser capazes de a cada minuto ter nossa mente apta a pensamentos dirigidos por DEUS, por meio de Seus princípios de vida, que se encontram na Sua lei. Quem dirige, seja rei, seja ancião, seja pai de família, jamais deve associar álcool com mulheres levianas da vida. Pelo contrário, deve dar exemplo de como é superior viver segundo o plano de DEUS.

 

 

  1. Primeiro dia: Um brinde “à vida”?

A lição, hoje, classifica como ironia o que as pessoas fazem, de brindar à vida, com taças com bebida alcoólica. Depois tomam uma bebida que contribuirá para a sua morte. Por exemplo, uma pesquisa do departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo mostra que 17% dos dependentes de álcool morreram após cinco anos de consumo (http://www.dgabc.com.br/Noticia/148177/bebida-alcoolica-e-droga-legal-mas-provoca-mortes).

A pesquisa científica comprova os danos do álcool, e o quanto provoca mortes. Não nos referimos apenas ao dano no próprio corpo da pessoa, mas, por exemplo, nos acidentes que são provocados pelo álcool. “A destreza e outras habilidades necessárias para a direção, como a tomada de decisões, são prejudicadas muito antes dos sinais físicos da embriaguez começarem a aparecer. Isso porque, já nos primeiros goles, o álcool atua como estimulante e pode deixar as pessoas, temporariamente, com uma sensação de excitação. No entanto, as inibições e a capacidade de julgamento são rapidamente afetadas, aumentando a probabilidade de tomarem decisões equivocadas. O tempo de reação e reflexos também sofre alterações, comprometendo ainda mais as habilidades necessárias para o ato de dirigir. Em altas doses, a bebida alcoólica pode também causar sonolência ou até mesmo ocasionar a perda da consciência ao volante. Com base nessas informações, um estudo norte-americano publicado na revista científica Addiction, fez um levantamento de todos os acidentes automobilísticos fatais ocorridos entre 1994 e 2008 – totalizando 1.495.667 casos – com o objetivo de analisar a relação entre consumo de álcool e acidentes de trânsito. Segundo a pesquisa, comparado aos motoristas sóbrios, aqueles que beberam estavam mais propensos a dirigir em alta velocidade, não usar cinto de segurança e conduzir o veículo causador da colisão. Além disso, quanto maior a concentração de álcool no sangue (CAS), maior a velocidade média e a gravidade dos ferimentos causados pelo acidente. Os fatos foram observados até mesmo quando a CAS era considerada baixa; por exemplo, uma CAS de 0,01% esteve associada a um risco significativamente maior de acidentes do que a CAS de 0%” (http://www.cisa.org.br/artigo/469/relacao-entre-acidentes-transito-alcool.php)

Outro exemplo dos efeitos do álcool sobre nossa saúde. “Beber álcool em excesso prejudica a saúde, mas de modo moderado não. É o que diz pesquisa. O álcool diariamente faz com que aumentem as chances de desenvolver vários tipos de doenças, como por exemplo câncer de mama, câncer oral, doença cardíaca, acidente vascular cerebral e cirrose do fígado. As pesquisas mostram que a alta ingestão de álcool pode prejudicar a nossa saúde mental, prejudicar as habilidades de memória e reduzir a fertilidade. A ingestão do álcool e o impacto em outros órgãos… Algumas pesquisas dizem que a ingestão do álcool de modo moderado pode ajudar contra doenças cardíacas, pois aumenta o colesterol bom e para a formação de coágulos de sangue nas artérias. No entanto, beber mais de três drinques por dia pode ter um efeito direto e prejudicial para o coração. Beber pesado, particularmente ao longo do tempo, pode levar a hipertensão arterial, cardiomiopatia alcoólica, insuficiência cardíaca congestiva e derrame. Beber pesado também coloca mais gordura para a circulação do corpo. A ligação entre álcool e câncer é bem estabelecida, diz Cancer Research UK. Num estudo publicado no BMJ este ano estima-se que o consumo de álcool faz com que pelo menos 13.000 casos de câncer no Reino Unido apareça a cada ano – cerca de 9.000 casos em homens e 4.000 em mulheres” (http://www.portaldasaude.net/saude/80/que-danos-o-alcool-faz-para-os-nossos-corpos)

Observe bem o que diz a pesquisa científica: beber moderadamente não faz mal, até pode fazer bem. Do ponto de vista da sabedoria, é exatamente aí que reside o perigo. Se não faz mal, pensam as pessoas, então bebemos moderadamente. Porém, se leu bem mais acima, acidentes ocorrem mesmo em pequenas quantidades de álcool ingeridas. Por aí já se pode questionar algumas pesquisas, pois mesmo com pouco álcool, o cérebro passou a funcionar mal. Além disso, como fizeram todas as pessoas que se tornaram dependentes de álcool, os alcoólatras? Iniciaram bebendo moderadamente, depois foram afundando, até que o álcool as escravizou. Portanto, pergunto aos sensatos: como é que beber moderadamente não faz mal?

O texto de provérbios 31:4, 5, 8 e 9 é sensato e contém sabedoria. Se há tanta bebida natural, por exemplo, sucos espremidos na hora, ou uma refrescante melancia, porque precisa o ser humano ingerir álcool?

Amanhã o assunto continua.

 

  1. Segunda: Um brinde “à morte”

Hoje temos um estudo delicado, correspondente a dois versos de Provérbios. “Dai bebida forte aos que perecem, e vinho aos amargurados de espírito; para que bebam, e se esqueçam da sua pobreza, e de suas fadigas não se lembrem mais” (Prov. 31:6 e 7). Nos tempos de JESUS, o costume era dar bebida com álcool aos crucificados, como o vinagre, misturado com fel, para que sofressem menos dor, e se esquecessem da situação. O autor da lição, no entanto, explica que a expressão “aos que perecem” significa os ímpios, ou seja, aqueles que já não tem mais esperança de vida eterna. E muitos outros iludidos, que vivem mal por falta de DEUS, e por falta de sabedoria, precisam beber para se esquecerem de sua situação miserável.

Na verdade essa é a situação em nossos dias. Grande parte da população bebe bebida com álcool para se esquivar das tristezas e maldades em que se meteram. Quando era adolescente, lembro bem, tinha uma colega de aula no colégio estadual onde estudava. Era uma moça alta, bonita, simpática com todos, e estudiosa. Poucos anos depois, quando caminhava pela rua, vi um ajuntamento de pessoas, e curioso, fui lá ver o que era. Na sarjeta de uma rua sem calçamento, uma valeta de quase um metro de profundidade, lá estava aquela moça, tão bêbada que não conseguia sair. Mal dava para entender, mas ela falava algo como traição por parte do marido ou namorado. Ela foi beber para esquecer, isso me pareceu ter sido a razão. E cambaleando, foi parar na valeta, num estado lastimável.

Nessa situação encontramos pessoas todos os dias. Bebem para fugir da dura realidade. Atualmente muitos se drogam para obter o mesmo efeito. Alguns até se suicidam.

Em nossa casa, minha esposa e eu por vezes temos que enfrentar situações duras. Isso já aconteceu várias vezes nesses 36 anos de casados. Como enfrentamos essas situações? Orando! Num tempo em que tivemos que sofrer por mais de dois anos algo que nos ameaçava, inclusive de perder nossos bens, carregava todos os dias uma pequena tabela para lembrar de orar de hora em hora, e ia marcando. Por fim, veio a vitória.

Essas situações são como a vida dos ciclistas. Para obter boa saúde, o ciclista passa horas muito sofridas. São subidas longas, canseira e dor muscular. Mas ao final do desafio, vem a grata recompensa, e depois, uma saúde de ferro, mente clara e disposição superior.

A vida dos cristãos não é uma maravilha; por vezes, como a vida dos ciclistas, é bem sofrida. Nesse mundo temos e ainda teremos muito sofrimento a experimentar. E não será com bebida alcoólica que iremos vencer, mas sim, com oração, jejum e comunhão com DEUS. “Oh, que quantidade de males sobrevêm de um único passo em falso! Nossos olhos não devem se fixar sobre a Terra, mas acima, para o Céu. Precisamos atravessar perigos e dificuldades, avançando a cada passo, obtendo vitórias em todo conflito, e ainda subindo mais e mais; o ar se torna mais puro ao ser a alma trazida mais perto do Céu. A Terra agora não apresenta atrações. O cenário celeste abre-se com claridade e beleza. O cristão vê a coroa, a veste branca, a harpa, o ramo de palmeira da vitória; a imortalidade está ao alcance da mão. Agora a Terra desaparece de vista” (Olhando Para o Alto, MM 1983, 26).

 

  1. Terça: Mulher virtuosa

Hoje, e nos próximos dois dias, estudaremos sobre a mulher virtuosa. O autor da lição defende a ideia de que a mulher virtuosa representa a sabedoria. Isso é bem possível, bastante lógico. Assim como a esposa deve ser uma companheira para toda a vida, que traga alegria e felicidade, que tenha conhecimento e seja prudente, capaz de dar bons conselhos, de participar com o marido no mesmo nível na administração do lar e de outros empreendimentos, do mesmo modo, esse é o papel da sabedoria. A mulher virtuosa é a sabedoria do homem no governo da vida, em direção à eternidade. Enquanto o marido deve ser o sacerdote do lar, ela deve representar o princípio do amor de DEUS para que se manifeste a sabedoria divina naquele lar.

Se formos analisar bem, esse modo de pensar faz todo sentido, pois no último ato da criação DEUS fez uma criatura linda e sábia, para ser companheira de Adão na gestão do jardim do Éden. Os dois deveriam ser os educadores da humanidade, e essa incumbência se perpetuaria nos novos casais que se iria formando. A fórmula simples é: um homem e uma mulher, sábios, cada um tendo um ponto de vista diferente, ambos se completando. De um lado vemos a força do homem, de outro, a delicadeza e beleza feminina. De um lado vemos o ponto de vista lógico do homem, de outro, o ponto de vista sentimental da mulher. De um lado vemos a argumentação convincente do homem, do outro, a argumentação persuasiva da mulher. Para se ter uma vida plena, há que existir sempre esses dois lados, o masculino e o feminino se completando, e DEUS orientando os dois. Assim se forma a sabedoria, no conjunto de duas mentes que trabalham em harmonia porque DEUS está presente.

“”Do Senhor vem a mulher prudente.” Prov. 19:14. “O coração do seu marido está nela confiado. … Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida. Abre a boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua. Olha pelo governo de sua casa e não come o pão da preguiça. Levantam-se seus filhos, e chamam-na bem-aventurada; como também seu marido, que a louva, dizendo: Muitas filhas agiram virtuosamente, mas tu a todas és superior.” Prov. 31:11, 12, 26-29. O que consegue tal esposa “acha uma coisa boa e alcançou a benevolência do Senhor”. Prov. 18:22” (A Ciência do Bom Viver, 359).

 

  1. Quarta: Ela trabalha

A mulher virtuosa, que retrata a sabedoria do Criador, como DEUS, não para de trabalhar. Não é que ela deva trabalhar tanto, todos os seres humanos merecem descanso, restabelecimento, recreação, etc., mas ela parece incansável. Ninguém deve exigir dela que trabalhe à exaustão, pois futuramente isso resultará em dano à sua saúde; pelo contrário, todos devem ajudar essa mulher a realizar suas tarefas.

De onde vem tanto empenho por trabalhar? Ela o faz pelo mesmo motivo que levou a JESUS ser incansável em Sua incumbência de salvar a humanidade. Nisso muitas vezes Ele chegou a exaustão – basta lembrar os 40 dias de jejum e Sua situação física nas horas do julgamento e crucifixão. Tanto JESUS quanto a mulher virtuosa agem por amor, nem sempre compreendido pelos que são beneficiados.

O amor dessa mulher a leva ser responsável e prover para o futuro. Ela facilmente ajuda os pobres e necessitados. Não poderia deixar de outra vez falar algo a respeito de minha esposa. Ela está sempre olhando à frente, pensando no inverno, que roupa comprar, que coisas fazer na casa para melhorar o conforto. E também pensa nos outros. Certa vez ocorreu um acidente com um micro-ônibus escolar, algumas crianças morreram e outras ficaram feridas gravemente. Sem se saber como, quando ela se deu conta, estava no hospital, entre as enfermeiras, ajudando a socorrer as crianças. Nem sei como entrou lá, mas agiu assim, o que me deixou orgulhoso.

Sabedoria é a bússola da mulher virtuosa. A sua virtude é agir pelo bem dos outros, seja da família, seja quem for. É dessas mulheres que o mundo necessita, mas elas estão ficando escassas. Por falta de tais mulheres é que temos tanta falta de sabedoria, logo, facilmente se declara uma nova guerra, se age com violência, se maltrata outras pessoas e a maldade se dissemina.

“Procure o jovem, para lhe ficar ao lado, aquela que esteja habilitada a assumir a devida parte dos encargos da vida, cuja influência o enobreça e refine, fazendo-o feliz com seu amor” (A Ciência do Bom Viver, 359). “A vida de casado não é toda ela um romance; ela tem suas dificuldades reais e suas minúcias domésticas. A esposa não se deve considerar uma boneca para ser mimada, mas uma mulher; alguém que deve meter o ombro sob encargos reais, não imaginários, e viver uma vida compenetrada, inteligente, considerando que há outras coisas mais para pensar do que apenas em si mesma” (O Lar Adventista, 110 e 111).

 

  1. Quinta: Ela se importa

Os trechos de hoje falam que a mulher virtuosa é sábia, bondosa, diligente e teme ao Senhor. Sobre a sabedoria já estudamos. Sobre ser bondosa, significa que se importa com os outros. A bondade trata os outros com carinho, dedicação, interesse em ajudar e resolver. Logo a seguir aparece a palavra diligente, que poucos sabem o significado. Conforme os dicionários, diligente significa ser cuidadoso, zeloso, aplicado, ativo, entusiasmado, estimulado, solícito, atento, estudioso, ocupado, compromissado, eficaz, ativo. Assim é a esposa virtuosa. Quantas qualidades tem essa mulher, todas fornecidas pelo Criador.

Acima de tudo, ela teme ao Senhor, e é por isso que tem tais qualidades. São princípios de caráter, e o caráter, lembrando, é o conjunto de princípios que formam a sabedoria. Aqui na Terra a beleza física vai passando, mas o caráter pode ser aperfeiçoado ao longo dos anos. Parece que vamos trocando a beleza física pela beleza do caráter.

E o que é a beleza do caráter? É a capacidade de utilizar a sabedoria no relacionamento com as pessoas. Uma mulher assim espalha felicidade em seu ambiente pelas palavras e pelos atos. A beleza física infelizmente passa, pois envelhecemos, mas a beleza do caráter, pouco valorizada hoje em dia, vai se aperfeiçoando em DEUS, e no final, quando o Salvador voltar, podemos crer que contribuirá para a nova perfeita beleza física dos salvos. Então, os que hoje não tem beleza física a terão. Todos serão lindos e lindas, eternamente. O que o pecado estragou aqui na Terra, tudo será consertado; portanto, também podemos dizer que os bons atributos de caráter hoje, podem servir como código genético para os atributos, tanto de caráter como físicos do futuro. Aliás, isso já acontece hoje. Pessoas não tão bem dotadas de beleza física tornam-se lindas por causa dos efeitos colaterais positivos nos traços de seus rostos, vindos de seus bons princípios de vida.

“Mas quantas vezes se perdem de vista a beleza de caráter e a amabilidade de temperamento, no ansioso desejo da aparência exterior! Ó pais, não vos deixeis governar pela opinião do mundo; não trabalheis para alcançar a sua norma. Decidi por vós mesmos qual seja o grande objetivo da vida e, então, empenhai todo esforço para atingir esse objetivo. Não podereis impunemente descuidar o devido preparo de vossos filhos. Seus defeitos de caráter publicarão vossa infidelidade. Os males que deixais passar sem corrigir, as maneiras ásperas, rudes, o desrespeito e a desobediência, os hábitos de indolência e desatenção, trar-vos-ão desonra para o nome e amargura à vida. O destino de vossos filhos está em grande parte em vossas mãos. Se deixardes de cumprir vosso dever, podereis colocá-los nas fileiras do inimigo e torná-los agentes seus na derrota de outros; por outro lado; se fielmente os instruirdes, se em vossa própria vida lhes apresentardes um exemplo pior, podereis levá-los a Cristo, e eles, por sua vez, influenciarão outros, e assim muitos poderão ser salvos por meio de vós” (Testemunhos Seletos, vol. 3, 102-107).

 

  1. Resumo e aplicação Sexta-feira, dia da preparação para o santo sábado:
  2. Síntese dos principais pontos da lição
  • Qual o foco principal?

Se há uma expressão que representa o foco positivo desta semana, é “mulher virtuosa.” “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor em muito ultrapassa os das mais finas joias! O seu marido tem plena confiança nela, e a miséria jamais chegará à sua casa” (Prov. 31:10 e 11). Lede mais adiante, em suas bíblias, até o verso final do capítulo. O verso 26 é significativo: “fala com sabedoria e a instrução da bondade está na sua língua.” Sem medo de errar, com alegria, posso dizer que assim se pode descrever minha esposa. Já tenho percebido isso há anos. Mulheres assim moldam a sociedade e educam para a eternidade, sendo exemplos de cidadania conforme o desejo do Criador. O poder de influência dessa mulher pode mudar o mundo. Pena que são poucas, porque, afinal, o mundo afastou-se do verdadeiro cristianismo bíblico.

  • Quais os tópicos relevantes?

O suprimento de boas coisas para o lar é de longe a mais importante missão de qualquer pessoa. Foi dada especialmente à mulher, contudo, o marido deve ajudar nesse sentido. É uma tarefa pesada, pois requer sabedoria, esforço físico e constância. Disso depende a saúde física e espiritual da família.

  • Você descobriu outros pontos a acrescentar?

_________________________________________________________________________

 

  1. Que coisas importantes podemos aprender desse estudo?

Um estilo de vida é uma caminhada em direção a algum lugar. Se o estilo for influenciado pelo poder sedutor do mundo, o destino será a morte eterna. Uma mulher pelo seu poder de influência pode facilmente dominar o marido e os filhos, e também muitos amigos. Por certo muitas mulheres não se dão conta de seu poder, para o bem como para o mal. O marido pode dominar pela força e pelos argumentos, mas as mulheres podem dominar pela persuasão, isto é, um poder superior.

  • Que aspectos posso acrescentar a partir do meu estudo?

_________________________________________________________________________

 

  1. Que providências devemos tomar a partir desse estudo?

Como diz em Efésios 5, os maridos devem amar suas esposas, e elas, em retribuição, difundirão felicidade ao redor, num âmbito que se expande para distâncias incontroláveis. Esse é um dos poderes que DEUS colocou nas mulheres. Se bem que é um poder silencioso, ele é profundo e formador de caracteres. Logo, imagine-se, como será o mundo, se mal utilizado. E como será, se bem utilizado.

  • O que me proponho a reforçar, se for bom, ou mudar se for mau, em minha vida?

_______________________________________________________________________

 

  1. Comentário de Ellen G. White

“”Do Senhor vem a mulher prudente.” Prov. 19:14. “O coração do seu marido está nela confiado. … Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida. Abre a boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua. Olha pelo governo de sua casa e não come o pão da preguiça. Levantam-se seus filhos, e chamam-na bem-aventurada; como também seu marido, que a louva, dizendo: Muitas filhas agiram virtuosamente, mas tu a todas és superior.” Prov. 31:11, 12, 26-29. O que consegue tal esposa “acha uma coisa boa e alcançou a benevolência do Senhor”. Prov. 18:22” (A Ciência do Bom Viver, 359).

 

  1. Conclusão geral

A mulher foi o último ato da criação de DEUS. Ela é tão importante que se compara com a igreja de CRISTO, assim como também pode ser comparada ao sistema de satanás. Nesse caso, será uma mulher prostituta. O valor da mulher virtuosa é o mesmo que DEUS dá a Sua igreja. Quem tem uma mulher assim, tem o passaporte para a vida no Céu, pois ela influencia e colabora nesse sentido. Uma mulher não virtuosa tem um poder sedutor em sentido contrário. “Em Apocalipse, capítulo 17, Babilônia é representada por uma mulher – figura que a Bíblia usa como símbolo de igreja, sendo uma mulher virtuosa a igreja pura, e uma mulher desprezível, a igreja apóstata” (Grande Conflito, 381).

  • Qual é o ponto mais relevante a que cheguei com este estudo?

_________________________________________________________________________

 

Assista o comentário clicando aqui.

Vídeos sobre capítulos proféticos da Bíblia, em linguagem simples
Daniel 2 Daniel 3 Daniel 7 Daniel 8 Daniel 9 Daniel 12 Apoc. 12
Apoc. 13 1ªp Apoc. 13 2ªp Apoc. 14 Pragas 1ª p

(Apoc. 15, 16)

Pragas 2ªp Armagedom Pragas 3ªp

Armagedom

Os chifres
A igreja verdadeira O decreto dominical O alfa e o ômega Como é fácil enganar!

 

 

estudado e escrito entre  13 e 19/02/2015

revisado por Jair Bezerra

 

 

 

 

Declaração do professor Sikberto R. Marks

O Prof. Sikberto Renaldo Marks orienta-se pelos princípios denominacionais da Igreja Adventista do Sétimo Dia e suas instituições oficiais, crê na condução por parte de CRISTO como o comandante superior da igreja e de Seus servos aqui na Terra. Discorda de todas as publicações, pela internet ou por outros meios, que denigrem a imagem da igreja da Bíblia e em nada contribuem para que pessoas sejam estimuladas ao caminho da salvação. O professor ratifica a sua fé na integralidade da Bíblia como a Palavra de DEUS, e no Espírito de Profecia como um conjunto de orientações seguras à compreensão da vontade de DEUS apresentada por elas. E aceita também a superioridade da Bíblia como a verdade de DEUS e texto acima de todos os demais escritos sobre assuntos religiosos. Entende que há servos sinceros e fiéis de DEUS em todas as igrejas que no final dos tempos se reunirão em um só povo e serão salvos por JESUS em Sua segunda vinda a este mundo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *