Lição 2 – O ESPÍRITO SANTO: atuando nos bastidores

Print Friendly, PDF & Email

Lições da Escola Sabatina Mundial – Estudos do Primeiro Trimestre de 2017

Tema geral do trimestre: O ESPÍRITO SANTO e a espiritualidade

Lição 2 – O ESPÍRITO SANTO: atuando nos bastidores

Semana 7 a 14 de janeiro

Comentário auxiliar elaborado por Sikberto Renaldo Marks, professor titular no curso de Administração de Empresas da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ (Ijuí – RS)

Este comentário complementa o estudo da lição original

www.cristoembrevevira.com marks@unijui.edu.br – Fone/fax: (55) 3332.4868

Ijuí – Rio Grande do Sul, Brasil

 

Verso para memorizar:Ele Me glorificará, porque receberá do que é Meu e o tornará conhecido a vocês” (João 16:14, NVI).

 

Introdução de sábado à tarde

O ESPIRITO SANTO é um quase ilustre desconhecido. Não aparece em grande evidência na Bíblia. Está em segundo plano.

Qual o papel Dele no governo celeste? E em todas as coisas que são feitas por DEUS (Trindade) qual o papel de cada um dos membros desses três? Há muito por estudar sobre esse assunto.

Uma premissa é seguramente aceitável: os membros da Trindade não são orgulhosos, pelo contrário, são humildes. Assim é o Pai, o Filho e também o ESPÍRITO SANTO, que não tem uma classificação como um membro de família, como por exemplo uma mãe. Mas, curiosamente, na fecundação de Maria, Ele foi o ator principal. Evidentemente o ESPÍRITO SANTO não é uma mulher, assim como o Pai e o Filho não são homens, são diferentes, são seres divinos. Quase dá vontade de pensar na família celeste, não como os humanos, mas como seres divinos, eternos, ilimitados em tudo, como governando o Universo. Assim temos aqui na Terra as famílias terrestres, com pai, mãe e filhos, que se amam e se sustentam mutuamente.

O ESPÍRITO SANTO aparece discretamente, humildemente, nos momentos importantes e nos cruciais. Ao menos isso quer dizer que, se Ele fosse alguém inferior, é evidente que nesses momentos, menos ainda teria razão para estar lá, junto com os outros dois membros divinos. DEUS é uno, ou seja, uma unidade de seres divinos diferentes em essência dos outros seres criados. Não é mortal, por exemplo. E em momentos de elevada importância, eles atuam em conjunto, como foi na criação, no batismo ou unção de JESUS, na concepção de JESUS e na cruz. E como o ESPÍRITO SANTO iria glorificar o Filho se fosse um ser inferior a DEUS, pois necessita conhecer DEUS em total intensidade. Sobre isso, trataremos melhor na quarta-feira.

Esse semestre certamente será relevante para descobrirmos mais algumas coisas sobre esse membro divino do governo universal.

 

  1. Primeiro dia: A atuação misteriosa do ESPÍRITO SANTO

Hoje temos para meditar uma comparação do ESPÍRITO SANTO com o vento (João 3:8). Comparação feita pelo próprio Sr. JESUS. O que essa comparação quer dizer?

  • Não podemos saber de onde o ESPÍRITO SANTO vem;
  • Não podemos saber para onde Ele vai;
  • Não O podemos ver;
  • Mas podemos sentir sua presença, e saber que Ele está agindo;
  • Mas, mesmo assim, não podemos saber o que Ele vai fazer, senão depois que fez, e ainda assim, nem sempre o percebemos;

Uma coisa temos certeza em relação ao ESPÍRITO SANTO: Ele é DEUS, é capaz de gerar vida, tem todos os atributos divinos como tem o Pai e tem o Filho. Foi Ele quem gerou JESUS em Maria e foi Ele que atuou na ressurreição de JESUS homem. Ele, como DEUS, tem duas capacidades (além de outras, é claro) que só seres divinos são capazes de possuir: consegue ler nossos pensamentos e pode estar presente em todos os lugares, ao mesmo tempo. Se não fosse assim, JESUS não poderia ter incumbido Ele de substituí-Lo aqui na Terra para nos orientar.

Naturalmente, como afirma a lição, o ESPÍRITO SANTO:

  • Atua onde quer;
  • Executa a sua própria vontade;
  • Segue os mesmos critérios de ação e decisão do Pai e do Filho, pois os três são como um só.

Temos uma conclusão importante sobre esse ser divino: Ele é absolutamente confiável a todos nós. Nem sempre faz a nossa vontade, e isso é bom, porque, sendo DEUS, sabe infinitamente melhor que nós o que é bom a nós e o que não é bom. Se nem sempre podemos compreendê-Lo, isso é assim porque existe uma distância infinita entre nossa capacidade limitada, e ainda afetada pelo pecado, e a capacidade infinita dEle. Se Ele é um tanto misterioso a nós, isso é positivo, imagine se nós, seres limitados e pecadores, pudéssemos compreender tudo sobre DEUS! Nesse caso esse seria um DEUS bem limitado. Aliás, se não podemos compreender tudo o que está escrito na Palavra de DEUS, isso também é positivo, pois há essa distância entre as criaturas e o Criador. Estudaremos durante a eternidade e sempre descobriremos algo a mais sobre o DEUS infinito.

Nesse sentido, como criaturas de DEUS, estamos numa situação muito confortável, pois, sendo nós incapazes de resolver todos os nossos problemas pela nossa limitação, podemos, no entanto, confiar em alguém que é capaz e que tem boa vontade, pois esse alguém, DEUS, é amor. Isso é confortador para a situação degenerada do mundo, nesses últimos dias de perplexidade que enfrentamos.

 

  1. Segunda: O ESPIRITO SANTO na criação

O ESPÍRITO SANTO parece ser alguém muito discreto. Humilde sabemos que Ele é, DEUS é humilde. Mas Ele aparece pouco e também há pouca coisa escrita sobre Ele na Bíblia. Essa pouca coisa, no entanto, é relevante. Por exemplo, na criação da vida na Terra, Ele não é visto, senão no verbo “façamos”, que na língua original grega está no plural, e nessa língua, diferente da língua portuguesa, existe o singular, o dual e o plural. Esse último quer dizer, três ou mais. Estava aqui quando o Universo foi criado, como está em Gênesis 1:2 diz apenas que o ESPÍRITO de DEUS pairava sobre as águas. Parece dizer que o ESPÍRITO SANTO está, de qualquer maneira, em todos os lugares do Universo. Ele estava aqui na Terra antes da criação, e não se sabe para que finalidade. Talvez seja para marcar presença, não no sentido de guarnecer, mas o certo é que Ele estava lá.

Um verso bíblico que define a participação do ESPÍRITO SANTO na criação do ser humano é o Jó 33:4 – “O ESPÍRITO SANTO me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida.” Isso indica que esse personagem teve participação ativa na criação da vida aqui na Terra. Os demais versos citados na lição carecem de base para se afirmar que se referem ao ESPÍRITO SANTO. Por não termos muita informação sobre Ele, não quer dizer que seja alguém inferior ou que nem seja DEUS, apenas um Espírito de DEUS, pois um Espírito assim não existe.

Enfim, podemos ter certeza de que o ESPÍRITO SANTO estava presente na criação. E se estava lá, era DEUS, como o Pai e o Filho, pois participou da criação e lógico, já existia antes dela. Mas não temos informação sobre o que Ele de fato fez. Aliás, a Bíblia, na verdade é um livro bem resumido. Ela trata de assuntos relativos ao Universo, ao pecado, ao plano da salvação, e muitas outras coisas. Ela não poderia ser um livro que esgotasse todos os assuntos de que trata, apenas o necessário para nos salvarmos e não tanto para nos confundirmos em estudos mais e mais profundos.

 

  1. Terça: O ESPIRITO SANTO e o santuário

O santuário foi planejado por DEUS para que o ser humano tivesse um lugar em que se encontrasse com o Criador, Sustentador e Salvador. No tempo da saída do Egito se deveria construir um santuário, que seria cópia de outro original, que se encontra no Céu. Bem entendido, certamente as dimensões seriam aqui menores que as do original. E esse santuário deveria ser, óbvio, uma obra de excelência, de primeiríssima qualidade e esmerado padrão de acabamento. Para tanto, os homens precisavam de habilidades especiais, deveriam fazer um curso de aperfeiçoamento. DEUS selecionou os melhores dentre uma elite de trabalhadores, mas eles ainda não possuíam habilidade suficiente para o padrão que DEUS queria para a Sua casa. Significa que alguém mais capaz que os seres humanos deveria entrar em ação. Esse foi o ESPÍRITO SANTO.

Então, conforme facilmente se pode deduzir pela passagem de Êxodo 31:1-5, o ESPÍRITO SANTO veio para capacitar aqueles homens selecionados. Ora, é o que Ele faz ainda hoje. Quem capacita para toda boa obra da salvação, senão Ele? Quem capacita para que sejamos bons profissionais mesmo em atividades seculares, senão Ele? Quem nos ilumina o entendimento para compreendermos a Palavra de DEUS e para que possamos conduzir nossa vida segundo a boa vontade do Criador, senão Ele? E, ainda, quem nos conduz todos os dias de nossa vida, se o desejarmos, para que cada dia sejamos ou pouco mais parecidos com o nosso Salvador? Sempre Ele, o ESPÍRITO SANTO.

Aqui há uma coerência interessante: O ESPÍRITO SANTO tem, entre outras, a função de guiar, capacitar, orientar, santificar, esclarecer. Vai nessa linha, ele é o professor espiritual dos seres criados por DEUS. Ele é o cuidador daquilo que foi criado, talvez por isso pairava sobre as águas antes da criação. E depois da criação, Ele era o mestre das criaturas inteligentes de DEUS. Estamos aprendendo.

 

  1. Quarta: O ESPIRITO SANTO na glorificação de CRISTO

Ok, bem destacado, o ESPÍRITO SANTO exalta o que JESUS fez. Como Ele faz isso? De maneira prática, como isso funciona?

Veja que, mais uma vez, eis uma questão bem fácil de ser entendida, basta olhar para o que o ESPÍRITO SANTO faz.

O que Ele faz? Ele facilita a compreensão da Bíblia. E qual o assunto principal da Bíblia? É sobre o plano da salvação (veja por exemplo, sobre o ritual do santuário) e o personagem centra desse plano é JESUS. Logo, o ESPÍRITO SANTO está encaminhando as pessoas a JESUS. Bem entendido, é também o que a igreja e todos nós devemos fazer, levar pessoas a JESUS. Por isso que o ESPÍRITO SANTO atua conosco quando fazemos isso, evangelizar as pessoas. Assim, nós nos unimos a Ele na glorificação de CRISTO.

Fazer isso já seria bastante. Mas Ele faz mais. Ele santifica as pessoas, ou, em outras palavras, Ele aos poucos, gradativamente, vai transformando as pessoas para o projeto original. Um dia desses, quando JESUS retornar, esse trabalho será completado pelo Salvador, com a completa transformação, seremos então seres perfeitos com vida eterna. Pois bem, o ESPÍRITO SANTO já está atuando no sentido de ir transformando as pessoas. Isso glorifica a JESUS porque essas pessoas ficam cada vez mais semelhantes a Ele, que é o Criador, e Redentor. Cada vez mais a imagem e semelhança de JESUS se retrata em nós, e graças ao ESPÍRITO SANTO.

Então, com isso, cada vez mais evitamos pecar, e com o tempo, pecados acariciados se nos parecem nojentos. Passamos a detestar o que fazíamos tempos atrás. Nesse sentido, o ESPÍRITO SANTO está colaborando com a obra salvadora de JESUS CRISTO. E Ele fica feliz, isso é glória para Ele. E nós também ficamos felizes, pois sendo o nosso caráter mais parecido com o de nosso Criador.

Resumindo: o trabalho que JESUS começou, de redimir os seres humanos, o ESPÍRITO SANTO está continuando em todo o mundo. Assim como JESUS atuou por meio de 12 apóstolos, do mesmo modo o ESPÍRITO SANTO está atuando por meio da igreja mundial. O resultado, será para a glória de CRISTO, que quando vier, vai encontrar uma multidão de salvos para levar consigo à vida eterna. É assim que Ele ainda será muito glorificado. Sua glória é a vitória contra as forças de satanás. O ESPÍRITO SANTO faz parte dessa vitória. Nós também.

 

  1. Quinta: O ESPIRITO SANTO e CRISTO

Pelos relatos bíblicos, temos pelo menos seis ocasiões em que o ESPÍRITO SANTO atuou junto com JESUS, nos dias em que esteve na Terra. Vejamos essas ocasiões:

1ª) Na encarnação de JESUS (Luc. 1:34, 35), quando Ele, DEUS, foi transformado em ser humano, sem deixar de existir como DEUS por outro lado, e foi tornado um feto dentro do útero de Maria, desenvolvendo-se e crescendo normalmente como um ser humano. Nessa situação, esse novo ser passou a viver como viveram os seres criados por Ele mesmo. E o ESPÍRITO SANTO ainda esteve com Ele durante Sua vida, em seu crescimento e desenvolvimento, pois era cheio do ESPÍRITO.

2ª) Na unção, no rio Jordão, em seu batismo (Luc. 3:21 e 22). O profeta João o batizou, mas logo depois, manifestou-se o DEUS Pai dizendo que este era o Seu Filho amado, em que tinha prazer, e o ESPÍRITO SANTO desceu em forma de pomba, pousando sobre a cabeça de JESUS.

3ª) Pela unção estava sendo JESUS autorizado pelo governo celeste a sua missão aqui na Terra.

4ª) Pela unção também JESUS foi habilitado a conceder o ESPÍRITO SANTO às pessoas, apóstolos, discípulos e igreja, para que continuassem seu trabalho na Terra.

5ª) O ESPÍRITO SANTO esteve com JESUS nos dias de suas tarefas na Terra e o sustentou em suas tentações durante suas pregações, exceto nas tentações do deserto e na cruz, quando teve que enfrentar só o desafio (Marc. 1:12, Mat. 4:1 e Luc. 4:1, 2). Assim JESUS tornou-Se capaz de socorrer aqueles como nós, também são tentados (Heb. 2:18).

6ª) O ESPÍRITO SANTO esteve presente ativamente na ressurreição de JESUS (I Ped. 3:18).

Como o ESPÍRITO SANTO glorifica JESUS? Esse assunto já vimos ontem, não havia percebido que apareceria hoje. Mas podemos revisar em forma de itens:

  • Ensinando sobre JESUS nas Escrituras sagradas, para que nós O conheçamos melhor;
  • Atuando na conquista de pessoas para CRISTO, por meio de outras pessoas já pertencentes a Ele;
  • Santificando as pessoas de modo que elas tenham seus caráteres restabelecidos ao original, parecendo-se cada vez mais com CRISTO, o Criador.
  • Capacitação a termos uma vida cada vez mais santa, isto significa, ter cada vez mais repugnância em relação aos pecados que cometíamos e que tanto amávamos.

O ESPÍRITO SANTO é humilde, como JESUS e o Pai. A humildade faz parte do estilo de vida no reino de DEUS. Assim, Ele no plano da salvação não é o personagem central, aparece pouco, JESUS é o personagem mais relevante, que chegou a viver como nós aqui na Terra, aparece bem mais. Mesmo assim, quase cada vez que JESUS fazia um milagre, pedia para que não tornassem isso público.

 

  1. Resumo e aplicação Sexta-feira, dia da preparação para o santo sábado:
  2. Tema transversal (anterior foco, porém, com o cuidado de fazer uma ligação entre os assuntos diários, sempre que possível)

A atuação mais intensa em nosso mundo é a de JESUS. O Pai e o ESPÍRITO SANTO atuam bem menos. O Filho atuou mais intensamente desde a criação até a segunda vinda de JESUS. Contudo, a atuação do ESPÍRITO SANTO é essencial para que haja quem JESUS levar para a vida eterna.

 

  1. Aplicação contextual e problematização (aplicações possíveis dos assuntos aos cristãos na atualidade e identificação dos problemas que enfrentamos e indicativos de solução)

O grande problema, vital, ou fatal, é resistir ao ESPÍRITO SANTO quanto Ele deseja nos transformar. É assim que se treina para o pecado contra esse membro da Trindade. Ora, se impedirmos que Ele nos transforme, como iríamos ser salvos?

 

  1. Informe profético vinculado com a lição

O mundo continua cada vez mais caótico. A corrupção não é só no Brasil. Nosso país nem é o mais corrupto do mundo. O sistema político está perdendo a credibilidade e a população procura outro líder. Já não há mais em quem acreditar nesse mundo, precisa alguém mais confiável.

 

  1. Comentário de Ellen G. White

“A verdade é eficaz, e mediante a obediência seu poder transforma a mente à imagem de Jesus. É a verdade como é em Jesus que aviva a consciência e transforma a mente; pois chega ao coração acompanhada pelo Espírito Santo. Há muitos que, tendo falta de discernimento espiritual, tomam a simples letra da Palavra e verificam que, desacompanhada do Espírito de Deus, ela não aviva a alma nem santifica o coração. Pode-se ser capaz de citar algo do Antigo e do Novo Testamento, estar familiarizado com os preceitos e as promessas da Palavra de Deus; a menos, porém, que o Espírito Santo impressione o coração com a verdade, iluminando a mente com a luz divina, ninguém cai sobre a Rocha e se despedaça; pois é o instrumento divino que liga a alma com Deus” (E recebereis poder, MM 1999, 126).

 

  1. Conclusão

“Na Bíblia é declarado todo princípio vital, explicado todo dever, evidenciada toda obrigação. Todo o dever do homem é resumido pelo Salvador, nestas palavras: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. … Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Mat. 22:37 e 39. Na Palavra, o plano da salvação acha-se claramente delineado. A dádiva da vida eterna é prometida sob a condição de salvadora fé em Cristo. O atraente poder do Espírito Santo é assinalado como um instrumento na obra da salvação do homem. A recompensa dos fiéis, o castigo dos culpados, são expostos com clareza. A Bíblia contém a ciência da salvação para todos os que querem ouvir as palavras de Cristo e pô-las em prática” (Fundamentos da educação cristã, 187).

 

 

Assista o comentário clicando aqui.

Lição em espanhol: www.escuela-sabatica.com/comentarios.html

Vídeos sobre capítulos proféticos da Bíblia, em linguagem simples
Daniel 2 Daniel 3 Daniel 7 Daniel 8 Daniel 9 Daniel 12 Apoc. 12
Apoc. 13 1ªp Apoc. 13 2ªp Apoc. 14 Pragas 1ª p

(Apoc. 15, 16)

Pragas 2ªp Armagedom Pragas 3ªp

Armagedom

Os chifres
A igreja verdadeira Como é fácil enganar! As 4 primeiras pragas, enfoque econômico        

 

 

estudado e escrito entre:    2 a 8/12/2016

 

 

 

 

Declaração do professor Sikberto R. Marks

O Prof. Sikberto Renaldo Marks orienta-se pelos princípios denominacionais da Igreja Adventista do Sétimo Dia e suas instituições oficiais, crê na condução por parte de CRISTO como o comandante superior da igreja e de Seus servos aqui na Terra. Discorda de todas as publicações, pela internet ou por outros meios, que denigrem a imagem da igreja da Bíblia e em nada contribuem para que pessoas sejam estimuladas ao caminho da salvação. O professor ratifica a sua fé na integralidade da Bíblia como a Palavra de DEUS, e no Espírito de Profecia como um conjunto de orientações seguras à compreensão da vontade de DEUS apresentada por elas. E aceita também a superioridade da Bíblia como a verdade de DEUS e texto acima de todos os demais escritos sobre assuntos religiosos. Entende que há servos sinceros e fiéis de DEUS em todas as igrejas que no final dos tempos se reunirão em um só povo e serão salvos por JESUS em Sua segunda vinda a este mundo.

3 comments for “Lição 2 – O ESPÍRITO SANTO: atuando nos bastidores

  1. josiani
    Janeiro 10, 2017 at 5:26 am

    leio sempre seus comentarios muito inspirador ajuda na compreensao da licao…Deus o abencoe

  2. Arnaldo Machava
    Janeiro 11, 2017 at 1:59 am

    A licao deste trimestre esta sendo muito util pra mim,atravez da mesma fico a perceber melhor o papel Do Deus Espirito Santo na criacao,redencao e omnipresenca DIVINA,que Deus abencoe a todos nos.

  3. Silmar Lobo
    Janeiro 12, 2017 at 7:52 am

    Muito bom os comentários, leio todos os dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *