Lição 4 – Sabedoria divina

Print Friendly, PDF & Email

Lições da Escola Sabatina Mundial – Estudos do Primeiro Trimestre de 2015

Tema geral do trimestre: Provérbios

Lição 4 – Sabedoria divina

Semana de  17 a 24 de janeiro

Comentário auxiliar elaborado por Sikberto Renaldo Marks, professor titular no curso de Administração de Empresas da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ (Ijuí – RS)

Este comentário é meramente complementar ao estudo da lição original

www.cristoembrevevira.com marks@unijui.edu.br – Fone/fax: (55) 3332.4868

Ijuí – Rio Grande do Sul, Brasil

 

Verso para memorizar: “O Senhor me possuía no início de Sua obra, antes de Suas obras mais antigas” (Prov. 8:22).

 

Introdução de sábado à tarde

Em Gênesis 1:1 temos o início do relato da criação, na Terra. É a semana da criação de tudo o que existe aqui. Mas esse verso de Prov. 8:22 é bem anterior: refere-se a um tempo muito antes da semana da criação da vida em nosso planeta. Quanto tempo antes? Impossível dizer; talvez a eternidade.

O que podemos ter certeza por esse verso é que DEUS criou o Universo por meio de Sua capacidade intelectual, e o fez com sabedoria, isto é, com amor. Lembremo-nos, a sabedoria é a manifestação do amor em ações práticas. O Universo é produto da sabedoria, uma inteligência superior, oriunda somente de DEUS. Não é produto do acaso, nem de alguma explosão.

A sabedoria humana, principalmente a científica que se atém ao desejo de explicar a origem de tudo pelo Big Bang, essa é loucura diante de DEUS, pois é inadmissível algo surgir e se organizar de modo quase infinitamente complexo após ter explodido. Uma explosão sempre gera maior desorganização, nunca aperfeiçoa.

A lição propõe que o relato de Prov. 8:22 é a pura verdade. Certamente sim, pois é no mínimo razoável e lógica, uma explicação de que algo complexo tenha origem em uma fonte inteligente e poderosa. Isso faz sentido, porém, que houvesse uma bola primordial, que ninguém sabe de onde veio, e que ela tenha explodido por algum motivo e que os destroços da explosão tenham originado o complexo Universo, isso é absurdo. Tem que ser muito falto de sabedoria para aceitar tal hipótese, se bem que é grande o número de cientistas que a admite. E cada vez que alguma hipótese se mostra errada, logo inventam outra para substituí-la, como é o caso da água, que teria vindo à Terra por meio de meteoritos. Agora que descobriram que o líquido de um deles não é água, já surgiu a hipótese de ter vindo por meio de algum cometa. E assim vai, de mentira em mentira, de falsidade em falsidade, um vai enganando o outro, e todos vão indo de mal a pior. Uma sociedade fundamentada em uma mentira jamais pode ser sustentável.

Só existe uma verdade. Mentiras podem existir muitas, e em diversas versões. Pode-se inventar mentiras à vontade, porém, a verdade, não pode ser inventada. Ela existe, não é uma versão, mas uma explicação única e exclusiva. Não há duas verdades, e se alguma explicação mudou, é porque não era verdadeira. A verdade está com DEUS, o que existiu desde sempre, e existirá para sempre.

 

 

 

  1. Primeiro dia: A sabedoria clama

A sabedoria é essencial a todos. Governantes, empresários, executivos, pastores, professores, médicos, engenheiros, artistas, pais e mães, filhos, cidadãos, todos necessitam ser sábios pois todos precisam se comunicar com os outros, se relacionar e se influenciar. Todos nós temos o direito e o dever de existirmos para o bem dos outros. Tudo o que fazemos, não importa qual a nossa responsabilidade como cidadãos ou como servos de DEUS, deve contribuir para o bem, e isso será assim, caso formos sábios.

Vamos a alguns fatos, para entender melhor. Dias atrás, uma pessoa fez um fogo em seu terreno. Era um fogo pequeno. Sabe-se que é proibido, e o outro vizinho, de perto, chamou a polícia. Agora vem a pergunta: não havia outra maneira mais sábia para resolver a questão, senão pela força policial?

Alguns jovens da cidade gostam de ouvir som alto. E passam algumas noites da semana elevando o som de seus automóveis em um volume exageradamente alto. Será que essas pessoas, não poderiam ser mais sábias para respeitar o sossego dos outros?

Hoje (domingo, dia 14 de dezembro) estávamos fazendo uma viagem de bicicleta, de Ijuí a Panambi. São 82 Km, ida e volta. É um exercício para se cultivar boa saúde. Na volta, misteriosamente a roda da bicicleta de um dos ciclistas, o último, trancou e ele sofreu um tombo feio. Ralou-se todo, mas felizmente não se quebrou. Quando chegávamos até ele, um automóvel já havia feito a volta e seus ocupantes já estavam vendo o que fazer, e chamavam uma ambulância. Isso é sabedoria, pois não sabiam quem era, nem o que havia acontecido, afinal, o viram caído no acostamento. Podia ser um bêbado, ou coisa pior.

O mundo está repleto de histórias onde pessoas tomaram decisões sábias ou decisões astutas ou ignorantes. Na maioria dos casos, as decisões que são tomadas pioram o relacionamento entre as pessoas. Veja o caso entre os Palestinos e os Judeus, ou no Iraque, ou na Síria. Por que tanto ódio? O que ganham as pessoas em se vingar? Porém a disposição, em geral, é responder na mesma moeda, tratar com fúria e querer levar vantagem. Falta sabedoria no mundo, isso é o mesmo que dizer, falta amor no mundo.

A sabedoria é algo precioso, pois ela é o próprio Senhor JESUS CRISTO. Os sábios têm o caráter de JESUS no coração. Eles agem como agiria o grande Mestre.

“Ninguém pode ser um bem-sucedido ganhador de almas antes que ele mesmo tenha decidido entregar-se a Deus. Nós, individualmente, devemos revestir-nos do Senhor Jesus Cristo. Para cada um de nós Ele tem de tornar-Se sabedoria, justiça, santificação e redenção. Quando nossa fé se apodera de Cristo como nosso Salvador pessoal, expô-Lo-emos perante os outros sob nova luz. E quando o povo contempla a Cristo como Ele é, não contenderão a respeito de doutrinas; fugirão para Ele em busca de perdão, pureza e vida eterna” (O Colportor Evangelista, 49).

 

  1. Segunda: A sabedoria e a criação

Hoje temos um estudo da maior importância. Convido a todos que leiam a citação de Ellen G. White, de sexta-feira, que faz parte do estudo de hoje. Ali se refere ao texto de Prov. 8:22 a 30, que diz, em síntese, que a sabedoria existia desde sempre, desde antes da criação, e a profetiza explica que essa sabedoria era o próprio Senhor JESUS CRISTO. Isso é perfeitamente compreensível uma vez que qualquer inteligência só pode existir na mente de alguém. A sabedoria se acondiciona numa mente especial, na de JESUS. É evidente que o DEUS Pai também é sábio, mas o destaque para JESUS é porque foi por intermédio dEle que tudo foi criado. Tudo foi feito com sabedoria, a tal ponto que tudo era “bom”, e no final da criação a avaliação foi “muito bom”.

A responsabilidade de JESUS antes do pecado era estabelecer ligação entre a criatura (criada por Ele mesmo) e o Pai. Essa deveria ser uma relação sábia, isto é, de amor. Era JESUS quem promovia isso, e por essa razão, Ele também Se tornou o mediador da salvação da humanidade. Continuou fazendo o mesmo trabalho de antes, mas com um novo objetivo: restabelecer a comunhão com DEUS por meio da reconciliação (Rom. 5:10).

Toda inteligência e todo o conhecimento vem de DEUS. Tudo o que existe vem dEle. No entanto, a ênfase da sabedoria vir dEle é maior porque ela é a guia que orienta para o bem. E todo conhecimento existente no Universo podemos aprender como algo vindo de DEUS, porém, a sabedoria podemos observar na natureza mas melhor é experimentá-la por meio de um relacionamento com DEUS. Essa é a grande ideia: aprender diretamente de JESUS CRISTO como nos relacionarmos entre nós, como sermos bons para com os outros, como ajudar os outros. Isso não quer dizer que sempre devamos concordar com esses outros, pois se sabemos que eles estão errados, e se não os alertarmos, não seremos sábios, mas, falsos.

“Todo o amor paternal que veio de geração em geração através do coração humano, toda fonte de ternura que se abriu na alma do homem, não passam de tênue riacho em comparação com o ilimitado oceano, quando postos ao lado do infinito, inexaurível amor de Deus. A língua não o pode exprimir, nem a pena é capaz de o descrever. Podeis meditar nele todos os dias de vossa vida; podeis esquadrinhar diligentemente as Escrituras a fim de compreendê-lo; podeis reunir toda faculdade e poder a vós concedidos por Deus, no esforço de compreender o amor e a compaixão do Pai celeste; e todavia existe ainda um infinito para além. Podeis estudar por séculos esse amor; não obstante jamais podereis compreender plenamente a extensão e a largura, a profundidade e a altura do amor de Deus em dar Seu Filho para morrer pelo mundo. A própria eternidade nunca o poderá bem revelar. No entanto, ao estudarmos a Bíblia e meditarmos sobre a vida de Cristo e o plano da redenção, esses grandes temas se desdobrarão mais e mais ao nosso entendimento. E pertencer-nos-á a bênção que Paulo desejava à igreja de Éfeso ao orar “que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em Seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação, tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da Sua vocação e quais as riquezas da glória da Sua herança nos santos e qual a sobre-excelente grandeza do Seu poder sobre nós, os que cremos”. Efés. 1:17-19” (Testemunhos Seletos, vol. 2, págs. 336 e 337).

 

  1. Terça: Regozijando-se na criação

Temos terreno de bom tamanho para morar. Um gramado grande, muito bonito. Nesse domingo (14/12/2014), cortamos todo gramado, com uma máquina nova, uma recicladora de gramados. Ficou bem bonito. À tardinha, com minha esposa, sentamos para apreciar. Ficamos felizes porque estava bonito, bem verdinho, com flores aqui e ali, florescendo. E os nossos pés de feijão vagem, num canto do gramado, crescendo bonitos, bem logo colheremos para comer. Eles são deliciosos, e não existe praga para atacá-los.

Fico imaginando o quanto DEUS deve ter-Se sentido contente quando terminou a semana da criação. Se a cada dia Ele dizia que estava bom, e no final disse que estava muito bom, é porque o Criador ficou contente com o que fez. Agora, nesse planeta, quando uma semana antes tudo era vazio e sem forma, havia um belo jardim, peixes, aves e aninais se divertindo, e principalmente seres humanos apreciando toda a beleza.

À tardinha, quando isso é possível, nosso grande prazer é sentar num lugar, no gramado, e apreciar nossos bichos que vem sentar junto, os voos e os cânticos dos pássaros, e agora, principalmente a esperteza de um gatinho que minha filha encontrou na sarjeta enquanto pedalava pela estrada com um grupo de ciclistas. Ela resgatou o animal para que não morresse, afim de doá-lo a alguém, que cuidasse dele. Surgiram dois interessados, porém, o animal parece que entendeu tudo. Ele se aplicou a brincar com tanta intensidade que nenhum de nós quis se desfazer dele. Ficou conosco, com minha filha, mas de dia vem para a nossa casa. Ele alegra a todos, pois corre por tudo e faz todos nós rirmos.

Ora, como DEUS deve ter-Se divertido vendo a beleza de tudo o que criou. Ele certamente atentava aos animais sobre o que faziam, pois foi Ele quem determinou o modo de vida de cada um. E então, tudo funcionava conforme o planejado, e junto disso tudo, estava Adão e Eva, sendo brindados com tanta beleza e perfeição. De fato, numa situação dessas, só mesmo a vida eterna é coerente, pois não faz sentido interromper a perfeição, principalmente não com a morte. Esse planeta se tornou um recanto no Universo cheio de inteligência e felicidade. Naqueles tempos, a sabedoria, JESUS, que tudo planejou em seus detalhes, se regozijava de alegria. Que tragédia foi o pecado, quanta tristeza no coração de DEUS, quando o santo par caiu em pecado. Mas quando tudo se recobrar outra vez ao original, então o Universo outra vez será só felicidade.

“No ambiente em que vivia o santo par havia uma lição para todos os tempos, a lição de que a verdadeira felicidade é encontrada, não na satisfação do orgulho e luxo, mas na comunhão com Deus mediante Suas obras criadas. Se os homens dessem menos atenção às coisas artificiais, e cultivassem maior simplicidade, estariam em muito melhores condições de corresponderem com o propósito de Deus em Sua criação. O orgulho e a ambição nunca se satisfazem; aqueles, porém, que são verdadeiramente sábios encontrarão um prazer real e enobrecedor nas fontes de alegria que Deus colocou ao alcance de todos” (Patriarcas e Profetas, 50).

 

  1. Quarta: O apelo feito pela sabedoria

Existem dois tipos de intelectuais: os que tem muito conhecimento mas não são capazes de produzir algo com ele, e os que também tem muito conhecimento, e sabem como tirar bom proveito dele. A primeira classe costumamos chamar de ‘teoricões’, uma palavra que não existe no dicionário, mas que é de fácil compreensão o que ela significa. São pessoas que parecem uma enciclopédia, sabem muitas coisas, mas vai dar uma olhada sobre o que elas produziram com seu conhecimento. Pouca coisa, ou mesmo nada! Os que movem o mundo são aqueles que produzem muito com o que sabem.

Outra classificação é mais radical. Temos outras duas classes. As duas sabem muito, porém, uma delas não muda com o conhecimento que possui, apenas a outra muda. Por exemplo, é o caso de muitos médicos que orientam seus clientes sobre como devem cuidar de sua saúde, e o fazem muito bem. Devem fazer exercícios físicos pelo menos três vezes por semana, etc., mas eles mesmos não seguem as instruções. Nesses casos, o efeito da recomendação não tem poder, pois o médico não pode dizer: eu faço assim, e me dei bem.

Pois bem, em Provérbios a sabedoria não admite que apenas a conheçamos bem, mas ela deseja que vivamos como ela orienta e que nossa vida produza resultados coerentes com essa sabedoria. Devemos ser testemunhas vivas da obediência a DEUS, o sábio! Por exemplo, se somos o povo da bíblia, então devemos entender de bíblia e também viver de acordo. Outro exemplo, se defendemos bons princípios de saúde, devemos conhecer esses princípios e viver de acordo, mostrando que temos uma saúde superior. Devemos nos exercitar conforme cremos, e mostrar aos demais o quanto isso gera resultados positivos. Os membros de nossa igreja deveriam ser bem mais saudáveis que a população em geral. Temos que viver mais tempo e melhor, e ainda por cima, temos que ser mais inteligentes que os outros. Esses dois exemplos servem apenas para ilustração, mas há centenas de abordagens que poderíamos ilustrar. É importante que a lição de hoje seja entendida de modo prático, ou seja, como se vive a sabedoria no dia a dia.

O que o verso de hoje está a dizer, é que, se aplicarmos a sabedoria à vida prática, acharemos a vida, isto é, não só alcançaremos a vida eterna, mas aqui mesmo seremos mais saudáveis, em média, teremos menos doenças e menor número de doentes entre nós. Certas doenças nunca teremos, como a Aids, a não ser por transfusão de sangue ou outro acidente de contaminação. Por sua vez, a sabedoria diz que, se a aborrecermos, isto quer dizer, se vivermos de modo contrário às orientações dela, acharemos a morte. E não só a morte eterna, mas também aqui mesmo viveremos menos tempo e em piores condições.

Vou ilustrar isso de modo prático. Por ser professor em Universidade, em curso superior, desenvolvi a capacidade de observação, e estou atento a muitas coisas, algumas delas, ao natural, sem querer, como se diz. Percebi que as mulheres de 60 anos, aproximadamente, que são da igreja há muito tempo, são bem mais conservadas que as mulheres, em geral, do mundo. É o estilo de saúde que as preserva. Tempos atrás esteve um pastor em Ijuí, e ele revelou a fórmula da beleza de sua esposa, que já estava beirando os 70 anos. Era o seu alimento nas refeições. Pois bem, isso é viver melhor porque obedecemos a sabedoria, isto é, a JESUS CRISTO.

“O Senhor Jesus age por meio do Espírito Santo; pois Este é Seu representante. Por meio dEle, infunde na alma vida espiritual, vivificando as energias para o bem, purificando-a da corrupção moral e habilitando-a para Seu reino. Jesus tem grandes bênçãos a conceder, ricos dons a distribuir entre os homens. É o maravilhoso Conselheiro, infinito em sabedoria e força; e, se reconhecermos o poder de Seu Espírito e nos sujeitarmos a ser por Ele moldados, estaremos perfeitos nEle. Que pensamento é este! Em Cristo “habita corporalmente toda a plenitude da divindade; e estais perfeitos nEle”. Col. 2:9 e 10. Nunca o coração humano conhecerá a felicidade até que se submeta a ser moldado pelo Espírito de Deus. O Espírito conforma a alma renovada com o Modelo, Jesus Cristo. Mediante a influência do Espírito, a inimizade contra Deus transforma-se em fé e amor, o orgulho em humildade. A alma percebe a beleza da verdade, e Cristo é honrado em excelência e perfeição de caráter. Ao efetuarem-se essas mudanças, os anjos rompem num hino arrebatador, e Deus e Cristo Se regozijam nas almas moldadas à semelhança divina” (Mensagens aos Jovens, p 17, 55 e 56).

 

  1. Quinta: Sabedoria ou loucura

Hoje a lição apresenta um paralelo entre a sabedoria e a loucura, identificando como é cada uma e para onde levam. Ambas fazem convites para que sejam adotadas e seguidas pelas pessoas. Adotar uma ou outra requer ocupar o mesmo espaço, a mente humana. Não se pode ter as duas ao mesmo tempo, é uma questão de escolha, ou uma ou outra. Vive-se por uma, ou vive-se por outra.

A sabedoria oferece coisas saudáveis e confiáveis. Ela oferece alimento espiritual e vida eterna. A sabedoria oferece tudo o que foi criado para que possamos nos deleitar com isso. Ela é JESUS CRISTO, portanto, oferece a salvação da morte eterna, por meio do perdão de nossos pecados. Ela oferece também alimento saudável para a vida física. Ela deseja que tenhamos saúde e que vivamos felizes, aqui nesta Terra, e também no Céu, para sempre. A sabedoria tem a capacidade de oferecer o Céu, a eternidade e as delícias existentes em todo o Universo, pelo poder de manutenção do Criador. A sabedoria é o Criador.

A loucura é sádica. Ela esconde seus intentos. Ela promete coisas boas, mas não cumpre, tanto porque não tem interesse em dar coisas boas, como porque nem mesmo tem capacidade de oferecê-las. Enquanto a sabedoria vive com DEUS, pertence a DEUS, a loucura vem de satanás, ela só existe porque Lúcifer se transformou em satanás e desenvolveu o mal.

Atenção, o mal não existia desde a eternidade, mas DEUS tinha conhecimento dele, de sua possibilidade. Antes do mal se manifestar em satanás, ele era apenas um conceito na mente de DEUS. O Criador jamais ensinou o mal a Lúcifer, nem a ninguém. Inclusive Ele não desejava que alguém conhecesse o mal, mas satanás queria; foi isso que disse a Eva, que conheceriam o mal além do bem. Ele, satanás, depois que caiu, sabia muito bem que o mal prende, fascina, é misterioso, é atraente, mesmo para pessoas puras e perfeitas, como Adão e Eva. E essa é a astúcia da loucura, prender as pessoas nos mistérios, na novidade (mesmo que depois descubra que foi péssimo) e na sedução. Só se descobre o fim trágico depois de passar por uma via bem atraente e sedutora, cheia de desejos e sensações agradáveis, porém enganosos, falsos e mal intencionados.

Os que se tornam sábios pelo fato de andarem com a sabedoria e de aprenderem com ela, tornam-se também semelhantes a JESUS, isto é, humildes e sensíveis aos propósitos do amor. São pessoas que aceitam a repreensão enquanto que os loucos a detestam, pois se acham autossuficientes. Como diz a lição, a chave da sabedoria é a humildade. O humilde está sempre disposto a duas coisas: ajudar a quem quer que seja, e a aprender, se já o que for, e a mudar, se for necessário.

“Podemos ter uma visão do futuro, da felicidade no Céu. Na Bíblia estão reveladas visões da glória futura, cenas pintadas pela mão de Deus, e que são uma preciosidade para Sua igreja. Pela fé podemos chegar até o limiar da cidade eterna e ouvir as afáveis boas-vindas dadas aos que, nesta vida, cooperaram com Cristo, considerando uma honra sofrer por Sua causa. Ao serem pronunciadas as palavras: “Vinde, benditos de Meu Pai” (Mat. 25:34), eles lançam suas coroas aos pés do Redentor, exclamando: “Digno é o Cordeiro que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graça” (Atos dos Apóstolos, 601).

 

  1. Resumo e aplicação Sexta-feira, dia da preparação para o santo sábado:
  2. Síntese dos principais pontos da lição
  • Qual o foco principal?

Pois bem, nesta semana identificamos a sabedoria. Ela é alguém: JESUS. Ela esteve com DEUS Pai desde sempre. JESUS era o Verbo que estava com DEUS (João 1:1 a 5). Não que DEUS não seja sábio, mas a Bíblia considera JESUS a sabedoria de DEUS, por isso, tudo o que foi criado, foi feito por meio de JESUS.

JESUS sempre foi o mediador entre o Pai e a criatura, desde que passou a haver criatura. Ele não mediava os erros das criaturas, pois enquanto não havia queda, não havia pecado. Mas Ele ligava-as ao amor de DEUS Pai. Esse foi um tempo de total felicidade no Universo. Podemos imaginar palidamente como foi esse tempo, o tempo de criação de todas as coisas no universo, das criaturas em diversos lugares, e por fim, a criação em nosso planeta. Foi um tempo de alegria e regozijo em todos os lugares, não havia motivo de tristeza, nem de pedido de perdão. A mediação de JESUS era uma ligação de amor da criatura em todos os lugares do Universo com o DEUS Pai, no trono do governo perfeito. Assim foi até os dias da revolta de satanás, e logo depois, da queda de Adão e Eva. Então passou a haver tristeza no Universo.

 

  • Quais os tópicos relevantes?

JESUS já foi mediador mesmo antes do pecado. Ele não mediava o arrependimento, mas sim, a perfeita relação entre o DEUS Pai e as criaturas inteligentes criadas por JESUS. No dia em que houve a queda, Ele Se tornou o mediador entre o pecador que se arrepende e DEUS Pai, para o devido perdão e salvação. Depois Ele veio à Terra para morrer por nós, e assim nos salvar.

  • Você descobriu outros pontos a acrescentar?

_________________________________________________________________________

 

  1. Que coisas importantes podemos aprender desse estudo?

Como era a situação antes da criação? O que podemos saber é que havia extrema felicidade entre Pai e Filho, desde a eternidade. E durante a criação, a felicidade persistia. No tempo em que, com minha noiva, construíamos nossa casa, foi um tempo de felicidade. Tínhamos pouco dinheiro, e fazíamos economia para comprar as coisas. Mas era tão agradável ver todos os dias a obra indo em frente. Da mesma forma, cada dia DEUS dizia: “eis que é muito bom”. DEUS fez um bom trabalho, tudo era felicidade, até que surgiu o pecado. E aqui estamos nós, quase no final desse drama milenar.

  • Que aspectos posso acrescentar a partir do meu estudo?

_________________________________________________________________________

 

  1. Que providências devemos tomar a partir desse estudo?

Se JESUS foi o Criador de nossa vida, se Ele sempre foi o mediador, então, hoje, quer que nos tornemos tão dependentes dEle para vivermos, que nos entreguemos a Ele todos os dias, e que Ele nos guie e nos transforme, para que vivamos pela eternidade.

  • O que me proponho a reforçar, se for bom, ou mudar se for mau, em minha vida?

_________________________________________________________________________

 

  1. Comentário de Ellen G. White

“Em todos os Seus esforços Cristo procurou tornar interessantes os Seus ensinos. Sabia que a multidão cansada e faminta não podia receber benefício espiritual, e não Se esqueceu de suas necessidades materiais. Em certa ocasião realizou um milagre para alimentar cinco mil pessoas que haviam se reunido para ouvir de Seus lábios as palavras de vida. Quando anunciava a preciosa verdade aos Seus ouvintes, Jesus observava as coisas que O rodeavam. A paisagem geralmente atraía a vista de todos e despertava a admiração nos que eram amantes do belo. Ele podia exaltar a sabedoria de Deus nas obras da criação, e associar Seus sagrados ensinos, conduzindo a mente dos ouvintes através da natureza para o Autor da natureza” (Testemunhos Sletos, v1, 276).

 

  1. Conclusão geral

Aprendemos nesse estudo que a divindade é puro amor, e que esse amor tem um único interesse: formar criaturas inteligentes para que sejam amadas por DEUS, e Este as atrai para que elas O amem também, e assim, se amem entre si, e sejam felizes eternamente. Essas criaturas tem o poder de gerar filhos, para que os amem assim como o DEUS Criador as ama, e que estes filhos também amem seus pais, e a DEUS, que a todos criou.

Assim é DEUS!

  • Qual é o ponto mais relevante a que cheguei com este estudo?

_________________________________________________________________________

 

Assista o comentário clicando aqui.

Vídeos sobre capítulos proféticos da Bíblia, em linguagem simples
Daniel 2 Daniel 3 Daniel 7 Daniel 8 Daniel 9 Daniel 12 Apoc. 12
Apoc. 13 1ªp Apoc. 13 2ªp Apoc. 14 Pragas 1ª p

(Apoc. 15, 16)

Pragas 2ªp Armagedom Pragas 3ªp

Armagedom

Os chifres
A igreja verdadeira O decreto dominical O alfa e o ômega Como é fácil enganar!

 

 

estudado e escrito entre  12 e 18/12/2014

revisado por Jair Bezerra

 

 

 

 

Declaração do professor Sikberto R. Marks

O Prof. Sikberto Renaldo Marks orienta-se pelos princípios denominacionais da Igreja Adventista do Sétimo Dia e suas instituições oficiais, crê na condução por parte de CRISTO como o comandante superior da igreja e de Seus servos aqui na Terra. Discorda de todas as publicações, pela internet ou por outros meios, que denigrem a imagem da igreja da Bíblia e em nada contribuem para que pessoas sejam estimuladas ao caminho da salvação. O professor ratifica a sua fé na integralidade da Bíblia como a Palavra de DEUS, e no Espírito de Profecia como um conjunto de orientações seguras à compreensão da vontade de DEUS apresentada por elas. E aceita também a superioridade da Bíblia como a verdade de DEUS e texto acima de todos os demais escritos sobre assuntos religiosos. Entende que há servos sinceros e fiéis de DEUS em todas as igrejas que no final dos tempos se reunirão em um só povo e serão salvos por JESUS em Sua segunda vinda a este mundo.

 

 

10 comments for “Lição 4 – Sabedoria divina

  1. jaime
    Janeiro 3, 2015 at 7:28 am

    Dios siga bendiciend su ministerio profesor, y gracias por los comentarios de cada semana muy buenos

    • Sikberto Marks
      Janeiro 15, 2015 at 2:06 pm

      Muito agradecido, meu irmão.

  2. Nelson Godinho
    Janeiro 23, 2015 at 6:56 am

    Quero desejar boas entradas ao ano 2015, a ti óh, professor Sikberto Marks, que Deus te inspire cada vez mais atraves do espirito santo nos estudos profundos que tens nos agraciado, especialmente aos comentarios das lições da ES. Que a sua familia seja feliz e que goze de paz e harmonia mesmo vivendo neste mundo cheio de inquietação. Maranatham!

  3. Ana
    Janeiro 23, 2015 at 5:11 pm

    Muito obrigada pelos seus comentários semanais. É muito bom refletir sobre Deus e as Sagradas Escrituras e é um enorme privilégio comunicar com irmãos que se encontram a grande distância. Esta distância é física, pois espiritualmente estamos muito próximos, graças a Deus.

  4. epaminondas rillo pereira
    Janeiro 23, 2015 at 9:23 pm

    cada dia me surpreendo com os comentários, tenho aprendido muito e passado o que aprendo na classe da escola sabatina. muito obrigado pelos comentários de cada semana, que DEUS continue lhe usando cada dia mais o abençoando, dando-lhe saúde e sabedoria.

    • Sikberto Marks
      Janeiro 28, 2015 at 4:35 pm

      Muito obrigado meu irmão!

  5. Fabio
    Janeiro 23, 2015 at 10:43 pm

    leio sempre seu comentário é cada vez mais fico agradecido a Deus por ter alguém com comentários tão profundos e claros da Bíblia, profecias e tudo o que se refere a mensagem Adventista obrigado

  6. Josè carlos Almeida
    Janeiro 24, 2015 at 4:05 am

    gostaria muito de agradecer ao irmão por essas explicações sobre a lição ..ela me ajuda muito a entender a lição….gostaria de entrar em contacto com o irmão ..por favor me ajude a ser um bom professor da escola sabatina …FELIZ SÁBADO

    • Sikberto Marks
      Janeiro 28, 2015 at 4:34 pm

      Pretendo publicar proximamente um texto sobre como ser um eficiente professor da Escola Sabatina.

  7. julho 12, 2016 at 6:08 pm

    O QUE É A SABEDORIA:

    (LS.1.1.) – Amai a justiça, vós os que julgais a terra: Senti bem do Senhor, e buscai-o com simplicidade de coração; (1PE.4.3) porque basta o tempo decorrido para terdes executado a vontade dos gentios, tendo andado em dissoluções, concupiscências, orgias, bebe dices e em detestáveis idolatrias:(EC.1.1.)- Toda a sabedoria vem do Senhor Deus, e com ele esteve sempre, e está antes de todos os séculos: (EC>39.39) – Todas as obras do Senhor são boas, e toda criatura, chegada a sua hora, fará o seu dever: (PV.28.9) – O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração é abominável: (EC.15.1) – O que teme a Deus fará boas obras, e o que está firmado na justiça lançará mão da sabedoria; (LS.8.4) – porque é ela que ensina a ciência de Deus, e a que dirige as suas obras: (LC.11.49) – Por isso também disse a sabedoria de Deus:(LS.6.24) – E eu vos relatarei que cousa é a sabedo-ria, e qual foi a sua origem, e não encobrirei os segredos de Deus; mas investigá-los-ei desde o principio do seu nascimento, e porei às claras a sua ciência, e não passarei por alto a verdade;(1co.15.45) pois assim está escrito: (AR.795.59)

    (São 795 letras e 59 sinais que, recOmpostos, revelam):

    A VERDADEIRA SABEDORIA É ESTA: A LOUCURA DO DEUS VIVO:

    Até os idolatras estão lendo que Eu sou a Sabedoria que movi o cora-ção desse Homem sábio que serve as almas, e passa a virtude da sabedoria do Espírito de Deus, a mesma de todos os Santos: Ele vos dirá: Eu crio a justiça de Deus, com a qual julgareis os pecadores do diabo na obra da criação: Ouvi e testemunhai que Eu sou a sabedoria dos Santos, que testei todo povo no testamento bíblico dos gentios e dos sábios, e desci o que sabe e fará a justiça na Santa Lei de Deus, pela mão do Homem que encarna o seu Espírito e o seu Verbo, e exerce o poder da graça de Deus, para dar consciência sábia à Cris-tandade: Esse Profeta sabia ler a si, e escreve lendo a Escritura Sagrada em Cristo; pois é o Guia dos Guias que tem essa consciência Cristã, e ensina às almas a ciência do bem e do mal: E agora sabei, e podeis servir, e hão de seguir o Espírito desse Santo, que força e move a mão dos papas nessa fé, e na sabedoria de outro Cristo que se chama Arnaldo Ribeiro: (Il.795.47)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *