Música e adoração, lista de princípios

Print Friendly

Música e adoração, lista de princípios

Resumido a partir do texto “O que Ellen G. White diz sobre música” do Pr Irineu Koch

Lista elaborada por Sikberto R. Marks

Versão 01 de julho/2008

 

Essa é uma lista dos princípios para se saber quando a música é de louvor e quando não é. Está fundamentado no Espírito de Profecia. Sugere-se que apague esse parágrafo, formate o restante e o imprima para que tenha sempre a mão para quando se fizer necessário.

 

“Deus convida Seu povo, que tem a luz diante de si na Palavra e nos Testemunhos, a ler e considerar, e dar ouvidos. Instruções claras e definidas tem sido dadas a fim de todos entenderem.” .(ME. Vol. 2. p. 38)

 

  1. 1.     Princípios da música de louvor

ð  Erguer os pensamentos às coisas altas e nobre (Ed. 166)

ð  Inspirar e elevar a alma (Ed. 166)

ð  Suave e pura (Ed. 167)

ð  Ato de adoração (Ed. 167)

ð  Adoração como a oração (Ed. 167)

ð  Impressionar o coração com verdades espirituais (Ed. 167)

ð  Glorificar a DEUS e afastar o inimigo (carta 5.1850)

ð  Banir os anjos maus (DTN, 73)

ð  Afastar os ouvintes do terreno, para o lar celestial (DTN. 73)

ð  Contato mais íntimo com DEUS (Ed. 39)

ð  Santo propósito (PP. 637)

ð  Erguer os pensamentos ao que é puro, nobre e edificante (PP. 637)

ð  Despertar a alma devoção e gratidão a DEUS (PP. 637)

ð  Nos aproximar da harmonia celeste (PP. 637)

ð  Músicos celestes unem-se ao cântico (Test. V9, 143)

ð  Que todos compreendam (Test. V9, 143)

ð  Tons claros e suaves (Test. V9, 143)

ð  Bom senso (Ev. 505)

ð  Como a melodia dos pássaros, dominado e melodioso (Ev. 510)

ð  Louvor simples entoado em tom natural (Ev. 510/511)

ð  Tom harmonioso (Ev. 510/511)

ð  Canto coreto e harmonioso (TS. V1, 45)

ð  Quanto possível a participação de toda a congregação (Ev. 507)

ð  Melodias alegres e todavia solenes (Ev. 507/508)

ð  Engrandecer o nome de DEUS (FEC, 97)

ð  Conduz a santidade [separação do mundo] (T, v1, 496/497)

ð  Não fere os ouvidos, suave e gratificante aos sentidos por ser harmoniosa (Carta 66, p 2 e 3, 1983)

ð  Tem que harmonizar a música da Terra com a do Céu ((Manuscrito 5, 1874)

ð  O coro dos anjos não tem: notas estridentes, gesticulações, não irrita ao ouvido, é suave, melodioso e flui sem esforço (Manuscrito 5, 1874)

ð  Os anjos devem poder cantar juntos (Manuscrito 5, 1874)

ð  A música deve ser de ordem celeste (Manuscrito 5, 1874)

ð  Cantar para DEUS, não para os homens (Manuscrito 5, 1874)

 

 

  1. 2.     Características da ‘música não louvor’

ð  Leva os incautos a unir-se aos amantes do mundo e suas diversões (PP. 637)

ð  Fator pelo qual satanás distrai a mente (PP 637)

ð  Não com aspereza e estridência que ofendem o ouvido (Test. V9, 143)

ð  Muitos querem fazer as coisas à sua maneira (Ev. 505)

ð  Cantam alto, barulho não é música (Ev. 510)

ð  Notas longamente puxadas não agradam aos anjos (Ev. 510)

ð  Vozes agudas e estridentes (Ev. 507/508)

ð  Não notas fúnebres (Ev. 507/508)

ð  Não algaravia [confusão de vozes] e desarmonia [dissonância, desafinação, destoação] (desagrada a DEUS) (TS, v1, 45)

ð  Valsas frívolas e canções petulantes que elogiam o homem (FEC 97)

ð  Ruidosa alegria, riso vulgar, abundância de entusiasmo, que satanás produz (CPPE, 306)

ð  Canções frívolas próprias para salões de baile (T. v1, 506)

ð  Música é um ídolo adorado por muitos cristãos professos observadores do sábado (T. v1, 506)

ð  Música que atrai a mente dos jovens para satanás (T. v1, 506)

ð  Música e dança para romper a fidelidade com Jeová (PP, 479)

ð  Adequar-se mais ao palco do que ao solene culto a DEUS (Manuscrito 5, 1874)

ð  Movimentos corporais são de pouco proveito (Manuscrito 5, 1874)

ð  Movimento corporal e voz alta e estridente não faz harmonia àquele que ouvem na terra e aos que ouvem no Céu (Manuscrito 5, 1874)

ð  Há ministros que professam ser de DEUS com gestos vulgares e indignos (Manuscrito 5, 1874)

ð  Há pessoas que tem pensamentos levianos com os gestos dos cantores (Manuscrito 5, 1874)

ð  Após certas músicas os pensamentos são menos elevados que antes (Manuscrito 5, 1874)

ð  Há músicas que removem solenes impressões das mentes (Manuscrito 5, 1874)

ð  Melodia forçada (Manuscrito 5, 1874)

 

  1. 3.     O caso de Indiana, em 1900

ð  instrumentos: órgão, contrabaixo, rabeca, flauta, tamborins, cornetas e um grande surdo

ð  Som muito alto

ð  Músicas dançantes com letra sagrada

ð  Não usavam hinário adventista

ð  Eram ritmadas

ð  Havia gritos, tambores e dança, haverá outra vez antes do fim (ME, v2, 36)

ð  Chamavam operação do ESPÍRITO SANTO (ME, v2, 36)

ð  O ESPÍRITO SANTO nunca se revela por balbúrdia e ruído (ME, v2, 36)

ð  Balbúrdia e barulho nas reuniões campais (ME, v2, 38)

 

  1. 4.     Do manual da Igreja

“Grande cuidado deve ser exercido na escolha da música. Toda melodia que pertença á categoria do “jaz”, “rock” ou formas correlatas, e toda expressão de linguagem que se refira a sentimentos tolos ou triviais, serão evitados pelas pessoas verdadeiramente cultas. Usemos apenas a boa música, em casa, nas reuniões sociais, na escola e na igreja.” (Manual da Igreja, 172)


Outros artigos de interesse;

2 comments for “Música e adoração, lista de princípios

  1. Ana Celia
    dezembro 29, 2013 at 11:25 pm

    GOSTEI MUITO DO QUE LI SOBRE A MUSICA.
    Estou com o cargo de diretora de musica de minha igreja, mas tenho algumas duvidas.
    QUAL A DIFERENÇA ENTRE MINISTRO DE MUSICA E DIRETOR DE MUSICA?
    COMO DEVO AGIR NESTAS DUAS CLASSES?
    O QUE FAZER E COMO FAZER?
    Preciso de orientação sua pastor.

    Aguardo uma resposta.

Add Comment Register



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *